Publicidade
eFlog.net - Fotos e comentários ilimitados, música e plano de fundo. Inclua fotos, vídeos, gifs, flash... Crie o seu eFlog.net.
Fotos por Data


Últimas Fotos

30/01/2013
Comentários: 1


16/08/2012
Comentários: 2


29/05/2012
Comentários: 7


11/08/2011
Comentários: 4


26/04/2010
Comentários: 11


Mais Fotos...

Podcast/Músicas

BELA OYÁ

Notícias

NOVOS CONTATOS SOMENTE PARA MARCAR SUA CONSULTA .
NOVOS CONTATOS SOMENTE PARA MARCAR SUA CONSULTA .
TRABALHOS FEITOS NO CANDOMBLÉ
TRABALHOS FEITOS NO CANDOMBLÉ
VITÓRIA PARA NÓS RELIGIOSOS AFRO BRASILEIROS SOMOS SÉRIOS E RECONHECIDOS

Ver todos...

ABAÇÁ GIDELEUACÍ

Sem Itens!

A VITÓRIA DO SEU OBJETIVO ESTÁ NO TAMANHO DE SUA F

Sem Itens!

Visitas: 242813
Na Semana: 692
Online: 1


ZELADORA MONAGIDELEIACÍ angolareinodeoya@hotmail.com


Usuário Offline Principal - Arquivo de Fotos - Slide Show - Feed - Perfil - Recomendar


HISTÓRIA DE MARIA MULAMBO ( POMBOGIRA PODEROSA)

Postada em: 08, Abril 2009 - 02:23:44

A condessa Sophia estava novamente com problemas, por isso chamou a negra Calú. Da primeira vez em que ficara grávida fora do casamento seu socorro viera através da escrava conhecedora de ervas que expulsavam o feto como que por encanto. Desta vez o assunto era ainda mais sério, estava grávida de um negro, como explicar ao conde, louro de olhos azuis e pele alvíssima, um filho que, certamente, nasceria mulato? Calú entrou cabisbaixa nos aposentos da condessa e foi informada que deveria novamente proceder como há quatro meses. A escrava ficou boquiaberta: - Senhora, como deixou isso acontecer novamente em tão pouco tempo? É muito perigoso provocar sangramento quase seguido! - Foi calada por um violento tapa - Como ousa julgar os atos de sua senhora, negrinha vagabunda? Eu te chamei para fazer o seu serviço e é isso que deve fazer. Vá buscar as o que necessitas e volte imediatamente com tudo pronto ou mandarei te surrar até que morras! Desorientada pela agressão, Calú embrenhou-se na mata para procurar as ervas que conhecia tão bem. Seu rosto ainda queimava pela agressão e também pelo ódio que invadia seu coração. Ela que sempre fora fiel, facilitara os encontros clandestinos da condessa em várias ocasiões, e não foram poucas, causara-lhe o primeiro aborto e nem um obrigado tivera ainda tinha que apanhar? Vagabunda era ela, que se vestia com capricho, perfumava-se e fazia o papel da esposa perfeita ao lado do conde e ao menor afastamento deste, deitava-se em qualquer lugar com qualquer um. E depois ela é quem tinha que virar-se para dar um fim aos bastardinhos? Hoje iria a forra, seria o seu dia de vitória. Apanhou ervas que em nada serviriam para o aborto proposto. Fez uma mistura que após a infusão levaria a mulher à morte em pouco tempo. Aí sim ficaria contente, ver aquele poço de vaidade e devassidão morrendo lentamente pelas suas mãos. Entrou no quarto e a condessa encontrava-se deitada. - Já está pronto o remedinho minha querida? - Além de tudo era cínica - Sim senhora, preparei uma grande caneca e hoje mesmo estará livre do seu mal. - Ah que bom! Desculpe sim? Se perdi a paciência com você, mas não gosto que me ponham contra a parede. - Calú lançou-lhe um olhar furtivo - Não foi nada, já esqueci! Tome o chá e fique deitada. Em poucos minutos a mulher começou a sentir dores insuportáveis. - Calú esse não é o mesmo chá? Estou com dores horrorosas! - É assim mesmo, senhora, faz muito pouco tempo do outro acidente. Intimamente a escrava alegrava-se ao ver o sofrimento da condessa. - Calú, estou morrendo! - A negra subiu sobre a cama e falou: - Isso mesmo, condessinha vagabunda, estou livrando o mundo de uma podridão. Morra infeliz! A porta se abre e uma escrava ouve as últimas palavras, sai correndo e gritando pela enorme mansão: - A Calú está matando a condessa! Em poucos minutos o chefe da guarda, invade o quarto e vê a cena, a condessa morta sobre a cama e a escrava rindo histericamente ao lado. Um golpe certeiro de sua espada corta o pescoço da mulher, a cabeça de Calú cai sobre o corpo inerte de sua vitima. Depois de muito vagarem por tortuosos caminhos inferiores, os espíritos de ambas, encontraram-se em uma lei de esquerda. Na linha de Maria Mulambo, conseguiram o fio condutor de uma lenta e necessária evolução. Este é um dos raros casos em que dois espíritos ligados pelo ódio em terra, uniram-se para a evolução sob a mesma lei. Sophia hoje atende por Maria Mulambo das Sete Catacumbas e Calú, por Maria Mulambo das Almas. Laroiê as Pomba-giras!

[Denunciar esta notícia]
Avaliação do eFlog


Categorias

ABASÁ GIDELEUACÍ (2)
DONA MULAMBO (7)
ENTREVISTA P/ TV BANDEIRANTES ( BAND) (3)
FESTA DE ORIXÁ SÁBADO DE ALELUIA (15)
Geral (52)
JOGO DE BUZIO (0)

Favoritos

Sem flogs favoritos!

Links

VIDEO ABASÁ
OBALUAÊ
VIDEO DE OGUM SENHOR DOS GRANDES CAMONHOS ABERTOS
TRIBUTO AO ORIXÁS EM TODAS AS NAÇÕES
LAVAGEM DAS ESCADARIAS DO BONFIM NA BAHIA ISSO É UMA REPRESENTAÇÃO DE FÉ E LIBERDADE RELIGIOSA
site de compras

BOAS FESTAS E UM EXCELENTE 2014 SAÚDE E PAZ NÓS DO

Sem Itens!




ClickGrátis - eFlog | Buscar Flog - Por Sexo: Masculino - Feminino | Buscar Flog - Por Estado: AC - AL - AP - AM - BA - CE - DF - GO - ES - MA - MS - MG - MT - PA - PB - PR - PE - PI - RJ - RN - RS - RO - RR - SP - SC - SE - TO